Wednesday, 23 September 2015

PARK AVENUE, A Avenida dos Multimilionários




Localizada em Manhattan, Nova York, Park Avenue é considerada a morada dos milionários que habitam na "Big Apple". No entanto é também a morada das classes mais pobres, que habitam a parte já localizada no bairro do Bronx.



A fama é tal que já foram escritos livros, produzidas séries e filmes sobre esta Avenida. Todos eles tentam relatar a vida da classe dominante, assim como a discrepância para as classes mais pobres.



O número 740 é um endereço lendário. Um edifício construído em 1929 pelo avô de Jackie Kennedy, a qual viveu nele em criança, 740 Park Avenue tem apenas 31 apartamentos, que ao longo dos anos têm batido records de valor de venda. Em 2005, Michael Gross escreveu um livro sobre o edifício e os seus famosos habitantes.






Monday, 21 September 2015

Praças públicas de São Paulo geridas pela autarquia e cidadãos em conjunto



A gestão das Praças públicas em São Paulo, Brasil, será partilhada entre a autarquia (Prefeitura) e os cidadãos, no que diz respeito ao uso, revitalização, reconstrução, financiamento e conservação destes espaços. Esta medida visa melhorar a qualidade destes locais, e fortalecer o diálogo entre a autoridade pública e a sociedade civil.

Através da gestão partilhada, a cidade procura a sustentabilidade do espaço público, a valorização do ambiente e locais históricos, e criar laços mais fortes com a população, tendo em conta as caracteristicas da envolvente e as necessidades dos seus cidadãos. Um espaço público numa cidade, que permite actividades de lazer, de desporto, e um sentido de comunidade, preenche uma função social e ambiental.



A nova lei aprovada, preve a criação de Comités formados por cidadãos interessados em contribuir voluntariamente para a gestão da Praça. Estes Comités são constituidos por pelo menos quatro cidadãos, residentes ou utilizadores habituais do local. Entre os deveres do Comité está a proposição de projectos, reformas, reconstrução e intervenções, assim como a procura de novas parcerias.



Será criado um guia para a implementação, manutenção e reformas a efectuar nas Praças, esclarecendo sobre questões relacionadas com a acessibilidade, percentagem de área permeável, equipamentos urbanos, e instruções para a construção de hortas urbanas. Irá informar sobre quem recai a responsabilidade ao nível dos serviços públicos e estabelecerá os parâmetros para os equipamentos e serviços a utilizar.

Paralelamente, esta lei deverá estabelecer e implementar um Programa de Educação Ambiental.


Saturday, 19 September 2015

Cidades livres de combustíveis fósseis

By the end of this year, Aspen, Colorado, will run on 100% renewable electricity. San Francisco plans to follow in 2030; Stockholm will be one of the next in 2040. And a relatively long list of other cities—from Addis Ababa, Ethiopia, to Reykjavik, Iceland, to Curitiba, Brazil—have already met that goal.

No final deste ano, Aspen (EUA) será uma cidade que recorre 100 % a energias renováveis. São Francisco atingirá este objectivo em 2030; Estocolmo será uma das próximas em 2040. E uma longa lista de outras cidades - desde Adis Abeba (Etiópia) até Reykjavik (Islândia) ou Curitiba (Brasil) - já definiu este como um objectivo.

Em termos regionais, a América Latina lidera, com o maior número de cidades que recorrem maioritariamente a energias renováveis. Só o Brasil tem 15 cidades totalmente livres de combustíveis fósseis, e mais uma série delas perto deste objectivo. De seguida vem a Europa. Mas outras cidades nos EUA e na Austrália têm também objectivos agressivos.

Para muitas cidades, a quebra do custo da energia solar e da energia eólica, está a ajudar a acelerar o processo. Em Austin (EUA), a energia solar é agora mais barata que o carvão. A cidade planeou chegar a 55% de energias renováveis numa década, mas já está a apenas 4 anos desse objectivo.