Saturday, 19 September 2015

Cidades livres de combustíveis fósseis

By the end of this year, Aspen, Colorado, will run on 100% renewable electricity. San Francisco plans to follow in 2030; Stockholm will be one of the next in 2040. And a relatively long list of other cities—from Addis Ababa, Ethiopia, to Reykjavik, Iceland, to Curitiba, Brazil—have already met that goal.

No final deste ano, Aspen (EUA) será uma cidade que recorre 100 % a energias renováveis. São Francisco atingirá este objectivo em 2030; Estocolmo será uma das próximas em 2040. E uma longa lista de outras cidades - desde Adis Abeba (Etiópia) até Reykjavik (Islândia) ou Curitiba (Brasil) - já definiu este como um objectivo.

Em termos regionais, a América Latina lidera, com o maior número de cidades que recorrem maioritariamente a energias renováveis. Só o Brasil tem 15 cidades totalmente livres de combustíveis fósseis, e mais uma série delas perto deste objectivo. De seguida vem a Europa. Mas outras cidades nos EUA e na Austrália têm também objectivos agressivos.

Para muitas cidades, a quebra do custo da energia solar e da energia eólica, está a ajudar a acelerar o processo. Em Austin (EUA), a energia solar é agora mais barata que o carvão. A cidade planeou chegar a 55% de energias renováveis numa década, mas já está a apenas 4 anos desse objectivo.

No comments:

Post a Comment