Sunday, 21 October 2012


How your post-code is as important as your genetic-code for childhood obesity




The western world is getting fatter.  It’s hard to ignore the spiralling rates of obesity in developed countries such as the UK and US, where more than one in four of us is now clinically obese.  But perhaps even more alarming is the speed at which our children are becoming dangerously fat.  More than one-third of children in the UK are now either obese or overweight and in the US the rate of childhood obesity has more than tripled in the last 30 years.  Being an obese child doesn’t just mean you might get picked on at school, it also significantly increases your likelihood of developing heart disease, diabetes and having a stroke when you are older.

There is an ongoing discussion among academics as to the exact causes of this very real obesity crisis.  This includes the usual argument of how much nature versus nurture creates childhood obesity.  Now a new study has shown that living in a walkable neighbourhood has an important effect on whether a child is obese or not.

When choosing a new adress, try one where "Green Areas" and "Safe Exercise" parameters has a good score.


------------------------------------------------------------------------

Como a saúde infantil está relacionada tanto com o seu código postal como com o seu código genético


As sociedades ocidentais estão a ficar mais obesas. É dificil ignorar a espiral de crescimento das taxas de obesidade nos paises desenvolvidos como o Reino Unido ou os EUA, onde mais de um quarto da população é considerada clinicamente obesa. Mas mais alarmante é a velocidade à qual as crianças estão a tornar-se perigosamente gordas. Mais de um terço das crianças no Reino Unido são consideradas obesas ou com excesso de peso, e nos EUA a taxa de obesidade infantil mais do que triplicou em 30 anos. Ser uma criança obesa não significa apenas que pode ser gozada na escola, mas também significa um aumento da probabilidade de desenvolver doenças cardiacas, diabetes, e ter um enfarte quando for adulto.

Existe uma discussão entre os académicos sobre as verdadeiras causas desta crise da obesidade. Isto inclui o habitual argumento sobre o papel da natureza e da alimentação no surgimento da obesidade infantil. 

Agora, um novo estudo mostrou que viver num bairro onde é fácil andar a pé e praticar desporto tem um efeito considerável na possibilidade de um criança ser obesa ou não.

Por isso sugerimos que escolha uma zona para viver onde os parâmetros "Áreas Verdes" e "Exercício Seguro" são elevados nalgumas ruas.

 


No comments:

Post a Comment